Bases aéreas americanas no Iraque são alvo de mísseis do Irã

Pelo menos duas bases aéreas que abrigam tropas americanas no Iraque foram atingidas por dezenas de mísseis balísticos, segundo confirmou o Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

A TV estatal iraniana afirma que os ataques às bases de Al-Asad e Irbil nesta terça-feira (7, em Brasília) são uma retaliação à morte do principal líder militar do país, o general Qasem Soleimani, na última sexta-feira. O comandante iraniano foi morto em uma ação com drones ordenada pelo presidente americano Donald Trump.

 

Os ataques a Al-Asad e Irbil ocorreram poucas horas após o funeral de Soleimani. Não se sabe se há vítimas.

Javad Zarif, ministro das Relações Exteriores do Irã, escreveu no Twitter que trata-se de uma autodefesa e que o país não está buscando uma escalada de tensões ou guerra.

“O Irã adotou e concluiu medidas proporcionais de legítima defesa, de acordo com o artigo 51 da Carta das Nações Unidas, em direção a bases a partir das quais saíram ataques armados covardes contra nossos cidadãos e funcionários de alto escalão. Não buscamos uma escalada (dos conflitos) ou guerra, mas nos defenderemos de qualquer agressão”, diz o tuíte.

Trump escreveu na mesma rede pouco depois insistindo que “está tudo bem”, apesar de afirmar não haver conhecimento ainda sobre vítimas.

“Está tudo bem! Mísseis lançados do Irã em direção a duas bases militares localizadas no Iraque. Avaliação de danos e vítimas acontecendo agora. Por enquanto, tudo bem! Temos as forças militares mais poderosas e bem equipadas do mundo, de longe! Farei um pronunciamento amanhã de manhã.”

Mais cedo, a rede de notícias estatal do Irã já havia se posicionado sobre o ataque com mísseis balísticos.

“Alertamos todos os aliados dos americanos, que cederam suas bases às forças militares terroristas (dos EUA), que qualquer território que é o ponto de origem de atos agressivos contra o Irã serã atingidos”, diz uma nota transmitida pela agência de notícias estatal do Irã IRNA.

A Casa Branca, por sua vez, diz que está ciente da ação iraniana.

“Estamos cientes dos relatos de ataques às instalações dos EUA no Iraque. O presidente foi informado e está monitorando a situação de perto e consultando sua equipe de segurança nacional”, disse a porta-voz da Casa Branca Stephanie Grisham em comunicado.