Às vésperas de deixar o GSI, o general Sérgio Etchegoyen alardeou publicamente que o risco de um novo atentado contra Jair Bolsonaro era real.

Com os aliados do capitão, ele foi mais didático e detalhou o que se tratava: o perigo vem dos presídios.

A área de inteligência do governo teve acesso a conversas telefônicas entre detentos que revelaram ameaças à vida do presidente.