Faltam 30 dias para as eleições. Apesar do escasso tempo disponível de campanha, a candidata do PMDB ao governo, Roseana Sarney, prefere ficar em casa a gastar sola de sapato no corpo a corpo com os eleitores.

Na última terça-feira (4), a assessoria da peemedebista informou que Roseana contraiu uma virose e teve que cancelar as agendas de campanha em São Luís e no interior por 48 horas. Desde então, Roseana não sai de casa nem para gravar seus programas de TV.

Enquanto isso, a campanha do principal adversário de Roseana segue de vento em popa. Candidato à reeleição, Flávio Dino (PCdoB) vem conciliando os compromissos de governo com uma extensa agenda nos municípios. Só nesta quinta-feira (6) Dino caminhou com eleitores de Coelho Neto e conversou com a população de mais três municípios.

Roseana amarga fiascos de público em suas andanças pelo Maranhão. Além disso, pesquisas apontam – inclusive o Ibope – que Dino deve vencer logo no primeiro turno. O único instituto que aponta segundo turno é a Escutec, contratada pelo jornal O Estado do Maranhão, da família Sarney. Mas o desânimo da ex-governadora não é novidade. Obrigada pelo seu pai a registrar candidatura, ainda na pré-campanha Roseana admitiu que preferia “ficar em casa” do que se lançar na disputa eleitoral desse ano.