Pelo segundo mês consecutivo, o Maranhão foi o estado do Nordeste que mais criou empregos com carteira assinada. Em junho ele já havia alcançado a marca de líder na geração de vagas formais na região, e em julho manteve a primeira colocação.

O Maranhão criou 1.853 postos de trabalho com carteira assinada em julho, de acordo com o Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados, do Ministério do Trabalho. O desempenho coloca o Estado entre os sete melhores de todo o Brasil no período.

Além disso, o Maranhão também tem um crescimento do mercado de trabalho mais acelerado que o nacional e o regional. Enquanto o Maranhão avançou 0,40% em julho, o Nordeste e o Brasil subiram 0,12%.