Ação movida pela Coligação Coroatá crescendo com liberdade do atual vice-prefeito de Coroatá, Domingos Alberto, resultou na cassação dos direitos políticos de Ricardo Murad (ex-secretário de saúde). Nas eleições de 2012 Ricardo Murad usou a máquina pública para beneficiar a candidata Teresa Murad (sua esposa).

Em comício Ricardo mencionou que: “Teresa nem prefeita de Coroatá é, mas já estava realizando obras em Coroatá, são 15 (quinze poços) …”.  O resultado do vídeo com essa frase foi fundamental para mostrar que Ricardo usou a máquina para mencionar que Teresa estava realizando obras em Coroatá.

Mesmo com a estrutura da saúde Teresa venceu uma eleição apertada em 2012 contra o atual vice-prefeito Domingos Alberto. Com a demora do julgamento, hoje Coroatá respira justiça com mais uma vitória colhida com o tempo.

Além da cacetada em Ricardo, Teresa e Neuza Muniz também ficaram inelegíveis por 8 anos.