Nove leitos de UTI individuais, oito de enfermaria de retaguarda, brinquedoteca, equipe multidisciplinar especializada e atendimento humanizado e gratuito. É a estrutura da primeira UTI Pediátrica Cardiológica da rede estadual. O serviço, instalado no Hospital Dr. Carlos Macieira (HCM), foi entregue esta terça-feira (3) pelo governador Flávio Dino à população maranhense.

Com o novo serviço, primeiro da rede estadual, crianças cardiopatas maranhenses poderão ser operadas sem necessidade de serem transferidas para outros estados. Atualmente, cerca de 300 crianças aguardam na fila por uma cirurgia cardiológica no estado.

UTI Pediátrica do Hospital Dr. Carlos Macieira. (Foto: Marcio Sampaio)

“A UTI Pediátrica Cardiológica possibilita que as famílias tenham tratamento humanizado, uma vez que os pais vão poder acompanhar seus filhos. Isso nos enche de alegria, pois significa que estamos avançando no sistema de saúde no nosso estado. São ações continuadas na área saúde. Já abrimos sete grandes hospitais no estado e serviços novos, como essa UTI, a Casa de Apoio Ninar, o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, que mostram portas abertas do SUS para a população”, destacou o governador Flávio Dino.

Para o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, a entrega da UTI Pediátrica Cardiológica e de outros serviços e unidades ao longo dos três anos e meio de gestão do Governo Flávio Dino é uma marca do compromisso com a saúde dos maranhenses.

“A maior parte dos estados do Norte/Nordeste não tem equipe ou leitos para este tipo de procedimento. Era preciso encaminhar para outros estados da federação. Um tratamento penoso para fazer longe de casa e custoso para o Estado. Então, temos vários ganhos com a inauguração. Humanitário, pois os pais acompanham seus filhos 24 h; e de economia, pois não vamos enviar os pacientes para outros estados”, disse o secretário Carlos Lula.

Avanço

A inauguração da UTI Pediátrica Cardiológica é composta por equipe multidisciplinar com médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas e fonoaudiólogos, e beneficiará as crianças de zero a 14 anos com patologias cardíacas congênitas, no Sistema Único de Saúde (SUS). A previsão será de realização de cerca de 15 cirurgias por mês.

“É um grande avanço na assistência exclusiva a pacientes com patologias com doenças cardiológicas. É um marco. Com essa inauguração, aumenta mais ainda nossa responsabilidade em propor uma assistência de qualidade aos pacientes, principalmente aqueles que necessitam de atendimento de alta complexidade”, comentou o diretor geral do HCM, Marko Antônio Santos

Segundo a coordenadora médica da UTI, a cardiopediatra Natália Benigno Moreira, o novo serviço vai diminuir a fila cirúrgica de crianças cardiopatas no Maranhão. Antes, esse tipo de cirurgia só era realizada no Hospital Universitário Materno Infantil, de gestão federal. “Entregamos um serviço de ponta e a possibilidade de avançar no tratamento de crianças cardiopatas. Sabendo que teremos suporte técnico e humano, isso possibilita dar um tratamento melhor para a criança”, salientou.

O Hospital Dr. Carlos Macieira é referência em atendimento de alta complexidade no Maranhão, conta com 221 leitos, sendo 48 deles para adultos. A unidade é gerenciada pelo Instituto Acqua.