Dez dos onze vereadores que formam a bancada da Câmara Municipal de Peritoró derrubaram nesta terça feira dia 12 de Junho de 2018, numa votação histórica o veto do prefeito Josias Lima, o padre Josias, ao projeto que criaria a Lei dos Precatórios do FUNDEF, aprovado pelo Legislativo em votação ocorrida no dia 08 de maio de deste ano, na ocasião o prefeito garantiu que concederia os direitos dos professores, mas, não cumpriu a promessa.

O vereador e líder da oposição Clemilson Viana considerou o veto imoral e disse que tudo não passou de um golpe orquestrado para enganar os professores já que na ocasião o prefeito ainda chegou a enviar uma mensagem para os professores pelo líder do governo Constatino Neves que nem se quer compareceu na sessão para votar contra ou a favor do veto.

E foi durante a sessão que o mesmo projeto de lei nº 002?2018, que regulamenta a aplicação devida dos precatórios do FUNDEF de autoria do líder da oposição vereador Clemilson Viana foi colocado novamente em votação primeiro para derrubar o veto e em seguida para a provação o que ocorreu por unanimidade pelos vereadores que se fizeram presente e que já sabiam que o projeto tinha sido amplamente discutido, apreciado e aprovado pela categoria dos professores em assembleias do sindicato dos servidores públicos municipais.

Com isso, Peritoró tornou-se um dos primeiros municípios a conseguir aprovar na Câmara de Vereadores uma lei que estabelece normas, garantias e obrigatoriedade ao poder executivo municipal para que os precatórios do FUNDEF sejam aplicados 100% na educação: 40% para o desenvolvimento do ensino fundamental e 60% para a valorização do magistério.