As articulações para 2018 já começaram a se desenrolar, uma reunião secreta entre alguns vereadores de oposição de Coroatá a convite da então pré-candidata ao governo do Estado Roseana Sarney(PMDB) mostra que um cabo de guerra será travado em Coroatá para desarticular a base aliada de Ricardo Murad, ex-PMDB e mais novo filiado do PRP.

Segundo informações colhidas pelo BLOG, o objetivo de Roseana Sarney é fortalecer sua base política em Coroatá, mas não se sabe ao certo qual será a verdadeira posição dos vereadores de oposição, já que eles não se pronunciaram sobre a reunião.

Com a saída de Murad do PMDB, Roseana sinalizou sua primeira puxada de tapete contra o enfraquecido “grupo Murad”. Vale lembra também que o atual presidente da câmara municipal de Coroatá Josean Veras(PSC), deu sinal verde para sua pré-candidatura a deputado estadual, abandonando de vez a aliança com a atual deputada filha de Ricardo, Andrea Murad(PMDB).

No desenrolar do jogo não podemos esquecer do ex-vereador Jocimar Pereira que declarou sua saída do grupo Murad e está atualmente apoiando o deputado estadual Fábio Braga(SD), aliado do governo Flavio Dino.

O blog entrou em contato com o vereador Junior Buhatem e o mesmo ainda não se posicionou por está aguando o desenrolar da política.

Na oportunidade também entramos em contato com presidente do PODEMOS em Coroatá Saddam Hussein Nunes aliado de Maura Jorge. Que se posicionou com a seguinte mensagem:  “Continuo respeitando a posição do meu partido(PODEMOS), mas em relação a um cenário mais definitivo em Coroatá é preciso aguardar os acontecimentos que virão em 2018.”

E como ficam o ex-vereador Ribamaia e a ex-vice-prefeita Neuza Muniz?

Será que iremos ver Roseana e Ricardo trocar farpas e venenos em um verdadeiro show de incoerências por conta das preciosas cabeças “aliadas” em Coroatá?