Vídeo: secretário de Saúde comenta chilique da deputada Andrea Murad

Blog John Cutrim

A deputada Andrea Murad, filha do ex-secretário de Saúde Ricardo Murad (acusado pela Polícia Federal de ter desviado R$ 1 bilhão da Saúde do Maranhão), deu chilique durante audiência pública realizada na manhã desta quarta-feira (23), na Sala das Comissões da Assembleia Legislativa, onde o secretário de Estado da Saúde, Carlos Eduardo de Oliveira Lula, apresentou o Relatório Resumido de Execução Orçamentária relativo ao primeiro quadrimestre (janeiro a abril) de 2017.

Após o final da audiência, Andrea Murad, histérica, saiu gritando pelos corredores da Assembleia alegando que o secretário Carlos Lula não deu as respostas que ela esperava. Além de Andrea, deputados de oposição puderam fazer questionamentos e tirar dúvidas, porém somente a filha de Ricardo saiu, de forma descontrolada, reclamando e fazendo escândalo em mais um dos seus shows de horrores.

Em entrevista ao blog, o secretário comentou a atitude desequilibrada da deputada. “Simplesmente ela não aceita as respostas. Infelizmente a deputada Andrea olha para a saúde com o olhar do filho que olha para o pai, ela olha apaixonadamente, por isso esse olhar acaba cegando”, declarou.

Durante o debate com os parlamentares, o secretário Carlos Lula respondeu a diversos questionamentos e falou também sobre assistência materno-infantil, sobre o aluguel e reforma da Clínica Eldorado, sobre o Hospital do Servidor, que funciona no bairro Cidade Operária e sobre as obras de expansão do Hospital Carlos Macieira, no Calhau.

Audiência pública discute execução orçamentária de recursos da Saúde

O presidente da Comissão, deputado Levi Pontes (PCdoB), abriu os trabalhos explicando que a Secretaria de Estado da Saúde, por determinação legal, tem a obrigação de prestar contas de suas atividades ao Poder Legislativo.

Em seguida, o secretário Carlos Lula forneceu explicações sobre o funcionamento e a reestruturação da rede de saúde, fez uma explanação sobre diversos programas, entre os quais o Mutirão Mais Saúde, Farmácia Viva, Força Estadual de Saúde e Projeto Ninar e discorreu sobre os indicadores de saúde quadrimestrais registrados em todos os 217 municípios do Estado.

Durante o debate com os parlamentares, o secretário Carlos Lula destacou o funcionamento de seis hospitais regionais e macrorregionais, que hoje dão cobertura a 156 municípios. Ele frisou também que, desde o início do atual governo, 106 ambulâncias já foram entregues pelo Governo do Estado. Ele frisou a intenção do Governo do Estado de alcançar os 217 municípios.

“Pretendemos chegar a todos os municípios do Maranhão. E com a entrega dessas ambulâncias, mostramos a importância de investir em saúde de forma colaborativas, considerando este momento delicado de crise que se vive em nosso País”, relatou o secretário.

Com investimento de R$ 160 mil por cada unidade entregue, o equipamento pode ser utilizado como unidade básica ou Unidade de Suporte Avançado (USA). E estas ambulâncias dispõem de estrutura adequada para o transporte de pacientes e contam com duas macas, duas pranchas, um umidificador, cadeira de rodas, cilindro e bala de transporte para oxigênio.