Por JM Cunha Santos – Uma farsa jornalística criminosa. Só assim pode ser tratada a matéria da TV Globo-Mirante sobre o aluguel da Clínica Eldorado destinada a abrigar o Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão. Primeiro, porque outros governos alugaram a mesma clínica, inclusive o secretário de 1 bilhão de reais, Ricardo Murad e não por R$ 90 mil mensais, como é agora no governo Flávio Dino, mas por R$ 150 mil. E isso há sete anos. Segundo, porque, se fosse esperar pela construção o Hospital de Traumatologia e Ortopedia só estaria em funcionamento dentro de 3 anos. Com o aluguel e a reforma estará à disposição do povo maranhense em 1 ano. Terceiro, porque o governo não poderia fazer uma reforma no prédio sem antes alugar. E mais: com o aluguel de uma estrutura já existente para instalar o Hospital de Traumatologia e Ortopedia, a Secretaria Estadual da Saúde permite que sejam realizadas 9.600 cirurgias a mais do que se fosse construído um novo prédio. Os Sarney ficaram 50 anos no poder sem dar aos maranhenses um Hospital de Traumatologia e Ortopedia. Uma vergonha.

Mas essa é a mesma TV Sarney que inventou que o senador Epitácio Cafeteira havia mandado matar Reis Pacheco apenas para que Roseana Sarney ganhasse uma eleição. Reis Pacheco estava vivo. É a mesma Rede Globo que produziu um noticiário poderoso e mentiroso para impedir a eleição e posse de Leonel Brizola no Rio de Janeiro. Não deu certo.

O nível de manipulação e desvirtuação dos fatos nessa matéria da TV Globo-Mirante, a TV Sarney, mostra que o monopólio dos meios de comunicação é um passo para o crime. A TV Sarney, a Globo-Mirante, é um palco de fraudes e mentiras a serviço de corruptos em luta pelo poder. Simples assim. Sempre foi assim.