Coroatá fará parte da oficina de robótica do governo do estado

0
24

O Governo do Estado e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) realizam, neste sábado (1°), a primeira edição do projeto “SBPC vai à Escola – Luminar da Robótica”. Organizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), acontece a partir das 8h, na Escola Bandeira Tribuzi, no município de Paço do Lumiar. Depois o projeto será oferecido nos municípios de São José de Ribamar (8/4), Raposa (22/4), Presidente Vargas (29/4), Timon (6/05), Cururupu (20/6) e Coroatá (27/6).

O projeto proporciona a alunos de escolas públicas do interior do Maranhão acesso ao mundo da tecnologia por meio de oficinas na área de robótica e apresentações de experimentos.  Entre os objetivos mostrar as tecnologias de forma divertida, facilitando o ensino de disciplinas como física e da matemática, e incentivar a vocação à ciência entre os participantes. Em Paço do Lumiar serão apresentados modelos de robôs de competições, resgate e humanóides para alunos da rede pública do ensino fundamental do município e pessoas da comunidade que se interessarem pelo tema. Os experimentos são acessíveis aos estudantes da 5ª à 8ª série.

O Luminar da Robótica, explica o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Jhonatan Almada, é uma edição especial da Caravana da Ciência, financiada pela SPBC, idealizadora do projeto, que visa estimular a interação entre cientistas e estudantes do ensino público (níveis fundamental e médio) por meio de palestras e atividades nas escolas.  A SPBC, segundo ele, definiu recursos para divulgar experiência exitosa da robótica do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão  (Iema) em outros municípios do Maranhão.

“Os alunos e professores envolvidos no projeto de robótica irão visitar escolas públicas e apresentar todo o caminho que eles percorreram, desde o início do projeto até a vitória em competições nacionais e internacionais”, explicou Jhonatan Almada, ressaltando que o projeto ‘SBPC vai à Escola’ visa estimular a interação entre cientistas e estudantes do ensino público (níveis fundamental e médio) por meio de palestras no ambiente escolar.

O professor de matemática do Iema Fábio Aurélio do Nascimento Costa, coordenador do projeto, explicou que será levado às escolas um minilaboratório de robótica, por um grupo de quatro integrantes do Iema, sendo dois professores e dois alunos da eletiva de robótica. Eles irão apresentar modelos de robôs de competições, seguidores de linha, robôs de regate, humanóide, réplicas de animais (jacaré, escorpião, castor, cachorro). “A robótica educacional é uma atividade desafiadora e lúdica que constitui uma nova ferramenta que se encontra à disposição do professor por meio da qual é possível demonstrar na prática muitos dos conceitos teóricos”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here