O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia (Seinc), apresentou, nesta sexta-feira (24), às instituições bancárias, o projeto ‘Caravana do Corredor do Frango’.

O projeto, que será realizado dia 6 de abril, em Coroatá, têm como objetivo divulgar e debater os trabalhos desenvolvidos na cadeia da avicultura no estado, por meio do Mais Avicultura, programa instituído pelo governador Flávio Dino em 2015, que dá ao Maranhão maior competitividade no mercado nacional, estimulando empreendedores a se instalarem ou ampliarem seus negócios no Maranhão.

O projeto visa explicar aos produtores as vantagens de serem “integrados”, ou seja, a eles cabe a função de criar as aves de acordo com as melhores práticas de produção e de acordo com as normas de bem-estar animal, biosseguridade e sanidade e as agroindústrias ficam responsáveis pelo fornecimento de ração, medicamentos, pintos de um dia e assistência de técnicos e veterinários.

“Queremos mostrar ao produtor as vantagens da integração, por se tratar de um sistema de menor risco e que gera entradas frequentes de caixa, garantindo renda permanente, capaz de dar maior sustentabilidade a eles”, afirmou o secretário de Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo.

Além disso, durante a Caravana, será apresentado o projeto de implantação do abatedouro de aves da ‘Frango Americano’, a ser instalado em Coroatá. A instalação do empreendimento irá gerar, juntamente com a implantação do abatedouro da Canindé Frangos, em Capinzal do Norte, um corredor voltado para a produção de aves no estado, gerando desenvolvimento e renda para a região.

“As instituições bancárias desenvolvem um papel importante nessa nova conjuntura econômica do setor avícola no Estado. A participação delas visa assegurar aos produtores, base primordial no desenvolvimento de uma cadeia produtiva forte, como conseguir linhas de crédito”, destacou Simplício Araújo.

Fonte: Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Energia